Imogo desenvolve tingimento têxtil que reduz uso de água, efluentes, energia e químicos em até 90%

Imogo desenvolve tingimento têxtil que reduz uso de água, efluentes, energia e químicos em até 90% 16Dez
Inovação

A empresa sueca Imogo, tem trabalhado para fornecer um novo tingimento têxtil muito mais sustentável do que até agora era possível. O novo processo FlexDyer, com patente pendente, oferece grande economia em água, energia, produtos químicos e corantes, além de manutenção. Sua combinação de aplicação de spray de alta velocidade e uma etapa especial de fixação de autoclave permite uma saída flexível a custos consideravelmente reduzidos, e o que a torna realmente flexível é a variedade de tipos de fibras e misturas que pode acomodar.

A tecnologia de tingimento por spray Dye-Max pode reduzir o uso de água doce, efluentes, energia e produtos químicos em até 90% em comparação com os sistemas de tingimento a jato convencionais. “A unidade de aplicação Dye-Max é baseada em uma câmara fechada contendo uma série de caixas de spray com bicos de precisão para uma cobertura precisa e consistente”, explica o sócio fundador da Imogo, Per Stenflo. “Isso funciona em combinação com nossa válvula patenteada que controla o volume a ser aplicado.”

As economias em água de tratamento alcançadas pelo processo Dye-Max são devidas à proporção extremamente baixa de 0,3-0,8 litros por quilo de tecido e, ao mesmo tempo, a baixa proporção de licor e o processo de pulverização exigem consideravelmente menos produtos químicos auxiliares. Toda a água é usada no processo, o que também reduz bastante a produção de águas residuais, sendo necessários apenas 20 litros para a lavagem nas trocas. O baixo teor de líquido no tecido minimiza a energia necessária para a fixação.

O Dye-Max tem uma velocidade de trabalho de até 50 metros por minuto, com a velocidade prática determinada pelo peso do tecido e volume de aplicação. O aplicador de spray também pode ser incorporado nas linhas existentes, tanto para tingir quanto aplicar a química de acabamento, a fim de aumentar sua produtividade e reduzir o impacto ambiental dos processos existentes. A Imogo recebeu o selo de excelência da Comissão Europeia pelo seu projeto FlexDyer.

 

Fonte: Stylo Urbano

Ligar

Diagnóstico