Marca espanhola IAIOS vende suéteres feitos 100% de lã reciclada

Marca espanhola IAIOS vende suéteres feitos 100% de lã reciclada 17Dez
Sustentabilidade

Quando se trata de desperdício na indústria têxtil ou de moda, é comum não pensar na quantidade de fios e retalhos que são descartados todos os dias nas fábricas de produção. Pode não ser o maior desperdício, mas com certeza é um dos mais valiosos, pois a partir daí podem surgir iniciativas muito criativas.

A marca espanhola IAIOS, que se reinventou durante o inverno de 2015, buscando um modelo verdadeiramente sustentável, não utiliza apenas material 100% reciclado, mas também produz toda a sua cadeia num raio de menos de 100 km, desde o design até a fabricação das peças de vestuário e incluindo a reciclagem da lã. Além disso, seus designs envolvem uma certa atemporalidade com roupas feitas para serem usadas por muitos anos.

A lã reciclada é um material muito resistente e não encolhe, propriedades que tornam as roupas muito duráveis. Esta é uma alternativa muito bonita e interessante, por isso saiba como é feito esse processo fascinante:

Sobras: são recolhidas as sobras da confecção de outras peças de vestuário. As fábricas na Espanha mantêm esse material, entregando-o aos encarregados de buscá-lo. A Vilà-Planella é a fábrica na qual as peças IAIOS são confeccionadas, produzindo um circuito fechado.


Classificação: os tecidos coletados são separados por qualidades e cores semelhantes. A classificação é puramente visual, criando pilhas até que haja o suficiente para colocar na trituradora.


Trituração: uma vez classificadas, as sobras são trituradas até ser desfiadas por completo. O desfibrado é o material que surge após o processo de trituração.


Cor: Para encontrar a cor certa, são testadas combinações de diferentes proporções de desfibrados em tons diferentes.
Descanso: quando o tom desejado é encontrado, o desfibrado é umedecido e deixado em repouso antes de colocá-lo na máquina de fiar.


Fiação: o desfibrado umedecido é colocado no girador de onde sai o pavio. Este pavio é torcido a fim de criar os rolos de fio para então tecer.


Tecelagem: Com as bobinas de lã reciclada, as roupas são tecidas como seria feito com lã nova. Com a vantagem de que essa lã recuperada é mais resistente em geral, não envolve corantes ou outros produtos químicos.

Parece que a lã reciclada chegou para ficar: outras empresas, como a conhecida marca japonesa Muji, também estão implementando esse sistema em sua cadeia de produção, lançando roupas e acessórios de bom gosto. Os japoneses têm um termo específico que descreve seu senso de economia: mottainai, “não deixe nada ser desperdiçado”. Eles explicam isso no lançamento de sua coleção.

Por tudo isso, consideramos que a lã recuperada não é apenas uma tecnologia inteligente aplicada à indústria da moda, mas uma definição do momento em que estamos vivendo. Simboliza a recuperação da sabedoria popular, cujos valores antigos perdemos de vista devido à enorme embriaguez que o fast fashion tem sido nos últimos 20 anos. A IAIOS (em catalão, avós) é dirigida por Gemma Barbany que recuperou uma marca antiga fundada nos anos 90 em Granollers que precisou fechar suas portas devido aos problemas da crise têxtil na Catalunha com a invasão de roupas e tecidos da China.

 

Fonte: Stylo Urbano

Ligar

Diagnóstico